Gold link – Live set (no Boiler Room)

Foi assim que conheci Goldlink

The God Complex, primeiro projeto do rapper de 22 anos, lançado em 2014, vai da soul ao house por meio de rimas ferozes.

De Big L à KRS-One, Canibus e Kurupt, GoldLink estudou o processo criativo de seus artistas favoritos, e não se limitou ao rap: Edgar Allan Poe, Def Jam Poetry, Pink Floyd, Grimes, e Lykke Li.

GoldLink_2

“A lot of the homies I grew up with listen to GoldLink and don’t know it’s me,” he says, laughing. “So when everybody finds out it’s going to be like, ‘Oh that’s our little nigga, that’s our little nigga.”

Se você é fã de Sango e Kaytranada, com certeza vai gostar. Vale o play!

Tony Allen (em La Blogothèque; Concerts à emporter)

Tony Allen é descrito, com razão, como um dos pioneiros do afro-beat, como alguém que mudou para sempre o rumo do estilo, ao lado de seu mentor Fela Kuti.

Já havia comentado sobre ele e seu último álbum por aqui, mas deixei passar esse concerto “à emporter” gravado em março no Le Comptoir Général — Ghetto Museum (Paris), para o site francês la blogothèque.

“Il serait d’autant plus vain d’essayer d’expliquer pourquoi Tony Allen est un musicien et une personnalité comme on en rencontre rarement. Son regard, calme, bienveillant, étranger à toute notion de stress, droit dans l’œil de la caméra qui suivait le moindre de ses mouvement et de ses coups cet après-midi là l’exprimera mieux que n’importe quel texte.”

D’Angelo & The Roots (no festival Afropunk)

Set List :

Miss Lucifer’s Love (Funkadelic)
Burnin’ and Lootin’ (Bob Marley)
No Head No Backstage Pass (Funkadelic)
Greatdayinamornin’
Our Love Has Died (Ohio Players)
Thankful’n’Thoughtful (Sly & The Family Stone)
Black Flowers feat. Angelo Moore (Fishbone)
She’s Always in My Hair (Prince)

D’Angelo and the Vanguard – Black Messiah

FINALMENTE!!! Catorze anos depois de ter gravado seu último álbum, DÁngelo regressa com novo disco, Black Messiah!

 

Apesar de possuir apenas dois álbuns, Brown Sugar (1995) e Voodoo (2000), ambos alcançaram os primeiros lugares de muitas listas, e são considerados obras tão marcantes que é quase impossível olhar para a música soul, funk ou R&B que se seguiu sem notar suas influências.

Entenderam o motivo de tanta expectativa? O peso desse lançamento?

Contudo, quase quinze anos depois, a sua habilidade de elaborar um álbum completo, irreparável, e apaixonante, manteve-se ilesa.

“It’s about people rising up in Ferguson and in Egypt and in Occupy Wall Street and in every place where a community has had enough and decides to make change happen. It’s not about praising one charismatic leader but celebrating thousands of them.”

 

 

 

Tony Allen – Film Of Life

Tony Allen, considerado co-inventor do afrobeat, ao lado de Fela Kuti, lançou em outubro um novo álbum pelo selo francês Jazz Village, Film Of Life.

Este novo trabalho funciona como uma autobiografia do baterista, buscando resumir sua carreira em 13 faixas:

Tracklisting :

01. Moving On 6:40
02. Boat Journey 4:46
03. Tiger’s Skip 3:51
04. Ewa 4:11
05. Afo KunfFu Beat 6:09
06. Koko Dance 6:38
07. Go Back feat. Damon Albarn 5:37
08. Ire Omo feat. Adunni and Nefretiti 5:06
09. African Man 5:03
10. Tony Wood feat. Kuku 6:04
11. Na Bangui feat. Sandra Nkaké 5:04 *
12. Mojo feat. Manu Dibango 4:33 *
13. Insider 5:06 *
* deluxe version-only bonus tracks

Tony_Allen-Film_Of_Life-1